Moradora se queixa de lixeira de supermercado

 

A reportagem do jornal Gazeta recebeu na última semana, uma reclamação a respeito da lixeira de um supermercado, que fica no cruzamento da Rua Padre Donizete com a Avenida Walter Tatoni.
De acordo com a moradora, em algumas situações o lixo chega a transbordar, e, devido a certos tipos de alimentos, atrai inúmeros cachorros. Inclusive, um morador já tentou, via juiz, uma conciliação com o proprietário do supermercado, mas que ele teria se recusado. Ela comentou que o supermercado alega procedimentos dentro da regularidade. “A Vigilância Sanitária disse que já orientou. Eles colocam o lixo, após o expediente e às segundas-feiras é o pior dia, pois acumula o resíduo do fim de semana”, comentou.
O jornal encaminhou para a assessoria da prefeitura, alguns questionamentos referentes ao problema da moradora. Inclusive, questionou se a prefeitura teria alguma medida para amenizar a presença constante dos inúmeros animais.
Em resposta à Gazeta, a assessoria do Executivo informou que a reclamação foi encaminhada ao Departamento de Serviços Urbanos e Rurais (DSUR) para que sejam tomadas as devidas providências.

Supermercado
A Gazeta também procurou o supermercado e conversou com um dos responsáveis pela empresa. “O Alessandro da Vigilância Sanitária veio até o supermercado e pediu para a gente arrumar tambores e colocar o lixo no depósito. Apenas colocamos na lixeira nos dias em que o caminhão passa e após o expediente, com sacos amarrados” disse o responsável.

 

 

Faça seu comentário

Utilize o formulário abaixo para realizar o seu comentário



Ainda não sou cadastrado